segunda-feira, 18 de abril de 2011

A Letra: Heaven and Hell (Black Sabbath)

Voltando com mais "A Letra" aqui no Rock'N'Prosa, com uma das melhores letras que eu já tive a oportunidade de ver. O nosso quadro hoje conta com participação dupla. É com grande satisfação que eu dou as boas-vindas a Thiago Costa e Paulo "Kael" Freire.

O Heaven and Hell (1980) já foi tema de um "Galeria de Clássicos", aqui no blog, e na ocasião falei brevemente sobre a letra da faixa-título desse álbum, que foi um dos melhores que eu já escutei na minha vida. 

Heaven and Hell foi composta por Tony Iommi, sendo que as letras são creditadas a Ronnie James Dio, e a considero como o maior clássico do Black Sabbath, ao lado de Paranoid.

Ronnie James Dio.
Essa música se tornou a marca de Dio em sua passagem pelo Sabbath, e antes de sua morte, os membros do Black Sabbath dessa época se juntaram e saíram em turnê sob o nome Heaven & Hell, o que mostra a importância dessa música para a banda.

Dio brilhantemente comparou as dualidades da vida com a dualidade Céu e Inferno. E o que mais gosto na letra é que apesar de todas as diferenças, a vida continua, como ele diz: "It goes on, and on, and on...".

Paulo "Kael" Freire: Heaven and Hell é com certeza a obra-prima de Ronnie James Dio. Ela pode ser interpretada de várias formas, e creio que seja isso que deixa essa música tão rica e misteriosa. A música nos fala da natureza segregadora e radical de alguns indivíduos ou até religiões. Não importa o quanto você dá, se você der menos, será acusado. As pessoas sempre esperam mais da gente, nunca menos.

Em outras palavras, as pessoas não são educadas a enxergar a bondade no mundo, só a maldade, ou o "inferno". Acho que todos só teriam a ganhar se a vida passasse a ser enxergada mais como o "céu".

Thiago Costa: A letra de Heaven and Hell é como um "tapa" na cara, como um "acorda aí amigão, levanta aí amigão". É um chamado para o mundo real que está ao nosso redor. Ela nos diz que você tem que ir em frente, nada é fácil. Então, deixe de ser "tolo" e faça logo o seu caminho.

Heaven and Hell, quando executada ao vivo, ganha uns minutos a mais, com direito a um longo solo improvisado de Tony Iommi e um prolongamento na letra por Dio.

Quando Dio morreu, no ano passado, a maioria das bandas incluíram ela nos seus shows como uma forma de fazer um tributo a Ronnie James Dio. Posso citar logo de cara o Angra e o Anthrax, como bandas que homenagearam Dio com Heaven and Hell.

Outras bandas preferiram por executar Rainbow in the Dark ou Holy Diver, e outras, optaram por dedicar uma música sua a Dio, como o Scorpions, dedicando Send me an Angel e o Iron Maiden, dedicando Blood Brothers.

Paulo "Kael" Freire: A letra também nos fala sobre as frustrações da vida e nos ensina que sempre há um segundo lado nas coisas. Esta parte em particular: "O amor pode ser visto como a resposta, mas ninguém sangra pela dançarina", é a parte mais intrigante da letra. Ele deixa a entender que se você sangrar pela dançarina, amor pode ser a resposta para suas perguntas. Mas, quem é a dançarina?

Essa foi uma questão que sempre me intrigou nessa letra: Quem é a dançarina?

Eu sempre achei que a dançarina são aquelas pessoas que são deixadas à margem da sociedade, os ditos "excluídos". E essas pessoas não recebem apoio da sociedade de forma alguma, e a letra chama a atenção para isso quando ele nos pede para "sangrar pela dançarina".

O que também acho interessante é como as pessoas que estão à nossa volta nos influenciam, como diz a letra: "O mundo está cheio de Reis e Rainhas, que cegam seus olhos e roubam seus sonhos". E que acabam nos "ensinando" o que eles querem, e só nos resta acreditar, ou, em outras palavras: "Eles irão dizer que o preto é branco e que a Lua é o Sol à noite".

Paulo "Kael" Freire: As pessoas te fazem acreditar em coisas que não são verdades para se beneficiarem. Devemos saber distinguir quem são nossos verdadeiros irmãos de sangue, as pessoas que merecem a nossa confiança. Mas além do alerta, a letra nos aconselha a "apanhar o ouro que cai" enquanto você "caminha pelos salões dourados", ou seja, use as pessoas que te usam e proteja seus irmãos.

Então, essa foi mais um "A Letra", com uma das maiores obras-primas do heavy metal. Mais uma vez, se não quiser escutar a música, leia a letra. Até a próxima, e mais uma vez agradecemos ao Terra pela tradução:


Céu e Inferno

Cante uma canção para mim, você é um cantor
Faça-me uma maldade, você é um servidor do mal
O Demônio nunca é um criador
A menos que você conceda, você é um comprador
Então isto continua sem parar, é o Céu e o Inferno
Pois é

O amante da vida não é um pecador
O fim é apenas o começo
Quanto mais perto você chegar do significado
Mais cedo você saberá que você está sonhando
Então isto segue adiante, sem parar, sem parar
Sem parar, sem parar, o Céu e o Inferno
Eu posso dizer,
tolo, idiota!

Se isto parece ser real, é ilusão
Para cada momento da verdade, há confusão na vida
O amor pode ser visto como a resposta, mas ninguém sangra pelo dançarino
E assim segue, Sem parar, sem parar....

Eles dizem que a vida é um carrossel
Girando velozmente, você tem que saber montá-la
O mundo está cheio de Reis e Rainhas
Que cegam os seus olhos e roubam os seus sonhos
É o Céu e o Inferno, oh pois é

E eles irão te dizer que o preto é realmente branco
A lua é apenas o sol à noite
E quando você entra em salões de ouro
Você consegue segurar o ouro que cai
É o Céu e o Inferno, oh não!

Tolo, idiota!
Você tem que sangrar pelo dançarino
Tolo, idiota!
Procure a resposta
Tolo, tolo, idiota!

6 comentários:

  1. É MUITO METAL! UMA DAS MAIS BELAS CANÇÕES DO METAL.

    ResponderExcluir
  2. Como diz o ditado, essa música é tudo e mais um pouco...

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Essa música pode ser interpretada como um batalha espiritual entre o bem e o mau. Que tudo depende de como você vive, você colhe o que planta, se você semear e regar com o bem você terá um fruto grande e gostoso e se regar com o mau não haverá fruto nenhum. Diz também que estamos em um aprendizado contínuo, sempre aprendendo com os erros, causando confusão sobre o que é verdade, mas a verdade é como saímos das enrascadas da vida. Fala sobre o amor, onde o amor é a resposta, mas devemos amar o próximo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles abordam até um pouco disso em Children of the Grave, guardando as devidas proporções.

      Excluir